Sindicalismo cidadão, ético e inovador

Bem-vindo ao meu blog

Aqui vamos compartilhar notícias do mundo trabalhista, especialmente se relacionado aos trabalhadores bancários, categoria do qual orgulhosamente faço parte.

Festa dos Bancários 2013

Em grande festa, bancários comemoram o seu dia e os 49 anos do Sindicato dos Bancários de Joinville e Região.

Assinatura da pré-convenção será sexta!

Bancos tem 10 dias para que os bancos paguem o adiantamento da PLR aos seus funcionários.

Caixa Econômica Federal Campeã

Caixa Econômica dirigida pelo técnico Erno Müller é Pentacampeã Bancária!

Afilie-se ao seu Sindicato

Representantes dos trabalhadores dependem da contribuição de seus sócios para garantir conquistas.

domingo, 29 de julho de 2007

Banco Real 1 x 5 Safra/Mercantil

Neste sábado encaramos o líder da Chave B, a invicta seleção formada pelos bancos Safra e Mercantil. Ranking no Campeonato: 21 pontos em 7 jogos. Precisa falar mais? Mas digo sem medo: foi um grande jogo!

Um primeiro tempo primoroso (terminou 2 x 1), só não viramos graças ao grande goleiro Fernando. Jogo acirrado, exageramos nas faltas, permitindo a sexta infração aos 14 minutos do segundo tempo. O inevitável tiro-livre marcou o início de nossa derrocada e foram 3 gols em 5 minutos que nos aniquilaram. Até ali, estávamos jogando de igual para igual, inclusive dominando boa parte da partida.

Então, pessoal, matematicamente falando, não temos mais chances de classificação. Agora só nos resta esperar para o ano que vem, avaliando nossa participação, aprendendo com nossos erros e aproveitando esta enorme quantidade de acertos.

A base está formada!

Mas não acabou ainda, temos dois jogos-festa pela frente! O primeiro contra o BESC no próximo sábado, dia 4 de agosto (8:15h). E então, nosso último confronto, em 11 de agosto contra Bradesco-Barra do Sul, às 12:30h. O local para nossa churrascada de confraternização já está marcado: no restaurante do Caio Esportes.

Te vejo lá?

Ficha técnica:

BANCO REAL: Luciano, Israel, Leonardo, Rafael, Diego, Robledo, Guilherme, Ricardo Bortoluzzi e Hilton.
Gol de Leonardo


8:15 h: tem início o jogo 41 do Campeonato.


Sandro e o banco de reservas.
Galera reunida.

Leonardo, líder completo: jogou demais, deu lugar aos novos atletas,
deixou seu gol, instruiu e motivou o time, vibrou na torcida.

Nossos próximos jogos:


04.08.07 contra BESC 8:15h !!!
11.08.07 contra BRADESCO BARRA DO SUL

Boa semana a todos!

domingo, 22 de julho de 2007

Banco Real 4 x 6 Bradesco-Iririú

A folga do sábado passado parece ter causado um enorme mal ao nosso grupo. Lembro que alguns reclamaram: “Putz, já estava acostumando a jogar todo sábado pela manhã”. E quando chegou o novo sábado, dia de festa, dia de campeonato, encontro-me com apenas 5 atletas para dar curso a contenda. Eram 8:15 h, prazo final para o apito do árbitro, e não tínhamos efetivo para jogar.

Não tive alternativa, senão vestir o uniforme e, como fiz no torneio de Futsal, tomar parte do time como jogador, mesmo estando 7 anos afastado deste esporte, e com condicionamento físico apenas no limite das artes marciais que pratico. Aliás, futebol society eu nunca havia jogado. Somente quando faltavam 5 minutos para acabar o primeiro tempo é que conseguimos somar um time. Mesmo assim nos abalamos e iniciamos uma guerra interna que nos conduziu à derrota. De fora, tentava apagar o incêndio.

Se posso falar por mim, digo que nunca desisto. Se a regra permitisse jogar com dois jogadores, e apenas um tivesse vindo, jogaria eu e mais um. Perderíamos de 20 a zero? Talvez de 30, mas a participação vem em primeiro lugar. Depois vem a garra, e eu lutaria até cair. Quem sabe, até não perderíamos de tanto. Quem sabe, nem perderíamos, sei lá. Mas sei que algo iria acontecer.

Esta vem sendo a história de minha vida, e temo que a minha geração (esta dos 30/35 anos) seja a última a idealizar utopias frente a um novo mundo de oportunismo e de individualismo, um mundo sem transcendência, sem grandeza heróica, sem revolução. Mas não vou discutir isso. É matéria para outros palcos. E como sempre tento tirar algo bom, pelo menos identifiquei alguns dessa nova geração com reflexos da minha. Ou seja, ainda há esperança.

Mas nosso time depende unicamente da tabela...
E da participação de todos nos próximos três e últimos jogos, dois deles às... 8:15 da matina.

Ficha técnica:

BANCO REAL: Israel, Ginei, Leonardo, Rafael, Izaque, Diego, Thiago e Valdemar.
BRADESCO IRIRIÚ: Edward, Roberto, Gustavo, Rodrigo, Humberto, Alcione, Ilvio, Ricardo, Darley e Rodrigo Aiolfi.
ÁRBITRO: Vanderlei Ferreira, o Nêne
GOLS: Rodrigo (21:59), Ginei (01:59), Gustavo (4:13), Ginei (11:04), Gustavo (11:41), Ginei (13:08), Gustavo (14:44), Thiago (contra 15:40), Diego (22:53), Gustavo (25:22).


8:15 h: tem início o jogo 36 (de um total de 60) do Campeonato Bancário de Futebol Society, promovido pelo SEEB Joinville.

Na verdade, o jogo começou eram 8:30 h. Nossa equipe jogou até os 20 minutos com 6 jogadores apenas. Tive de me inscrever às pressas, para que pudéssemos jogar, senão seriam 5. Improvisamos bem no primeiro tempo, terminando perdendo por 1 x 0. Ginei marcou três gols, e travou duelo com Gustavo Hess, que marcou quatro tentos.

Nos últimos 10 minutos, à exemplo de equipes como Itaú e Caixa Econômica, iniciamos uma verdadeira guerra interna, e sucumbimos. As equipes supracitadas usam esta guerra à seu favor, e geralmente obtém sucesso. Não foi o nosso caso. O cansaço (não haviam reservas para substituição), o desânimo (não havia vibração, além das três pessoas presentes na torcida), e sei lá o que mais, levou a equipe a praticamente entregar o jogo.

Agora a classificação ficou bem mais distante, mas matematicamente há chance. E temos ainda três jogos pela frente. Alguns de nossos atletas estão bem cotados para representar a seleção joinvilense dos bancários no Campeonato Estadual, mas não podemos desistir de nenhuma partida. Se desistirmos, os atletas são desclassificados e ponto final. Regra é regra.

Temos ainda nesta edição do BLOG uma entrevista com o realizador do Campeonato, Diomar Schiebelbein, e algumas imagens do jogo.

Torcida fiel: Marcia Prichoa e Antônio Neto.
A linda mesária Jaqueline Jelinski e Diomar Schiebelbein.

Müller, Diomar, Leonardo e Valdemar.

O grande atleta Caio.



Gol de Ginei.


Chute de Rafael e fantástica defesa de Edward.



Entrevista com Diomar Schibelbein.

Nossos próximos jogos:

28.07.07 contra SAFRA/MERCANTIL 8:15 h!!!
04.08.07 contra BESC
11.08.07 contra BRADESCO BARRA DO SUL

Boa semana a todos!

domingo, 8 de julho de 2007

Itaú 4 x 7 Banco Real

V I T Ó R I A ! !

Fantástico, antológico, clássico, dantesco, elegíaco, episódico, heróico, homérico, lírico, parabólico, poético. A manhã de sábado foi de pura poesia a este grupo que se propôs a encarar tal maratona de três meses de campeonato.

E não me refiro apenas à partida, que cá entre nós, não fica a dever aos adjetivos supracitados. Mas à união e comunhão da torcida, a maior até o momento.

O TIME estava completinho! Três agências representadas nos jogadores e nos torcedores, todos unidos num bem comum: colocar o nome Banco Real novamente no círculo restrito de futebol dos bancários.

Ambos os grupos deram seus shows, cada qual de seu jeito e eu poderia ter chorado depois do que vi neste sábado.

Melhor não. Ainda temos um mês e meio de Campeonato, prefiro somar toda essa epopéia de emoções e deixar tudo para uma vez só. Alguém me acompanha? Garanto que vai ser inesquecível.

Quem sabe na grande final?

Ficha técnica:

ITAÚ: Thiago, Clécio, Adelir, Carlos, Rogério, J.P. Blauth, Edson, Jadner e Genésio.
BANCO REAL: Israel, Ginei, Leonardo, Luciano, Robledo, Ricardo, Rafael, Izaque, Hilton, Diego e Ricardo Bortoluzzi.
ÁRBITRO: Vanderlei Ferreira, o Nêne
GOLS: Ricardo (8:53), Hilton (9:28), Edson (12:53), Carlos (17:45), Clécio (21:26), J.P. Blauth (22:32). Ricardo (6:26), Ricardo (8:30), Hilton (15:28), Ginei (17:41), Diego (18:31).

11:30 h: tem início o jogo 29 (de um total de 60) do Campeonato Bancário de Futebol Society, promovido pelo SEEB Joinville.

Neste jogo estreamos o uniforme da agência Joinville, que recebi há algumas semanas. Já usamos o uniforme da agência Criciúma (o de cor azul do torneio de salão e do primeiro jogo de Society), e estávamos usando o da agência América. Alguns me pediram para emprestar o uniforme do Charles Finkbeiner (branco, do Sudameris), mas está em estudos.

O uniforme deu sorte? Sei lá, tudo conspirou a nosso favor. A torcida é o oitavo atleta em campo, não resta dúvida. Impulsionados pelos pulmões da Vera, Luciane Erbetta, Géverson e outros, íamos avançando.

Começamos dando sinal de que iríamos golear. Eram 2 x 0 com poucos minutos. Havia tanta gente e o jogo parecia tão fácil que decidimos lançar mão dos reservas, fazer testes, afinal não sabemos o que vem pela frente. Daí o Itaú mostrou porque é considerada uma das melhores equipes dos bancários. Liderados pelo meu amigo Clécio (conhecido por todos como Rato), eles imprimiram novo ritmo ao jogo, nos envolveram com um toque de bola estonteante, chegaram ao empate e finalmente a uma surpreendente virada, ainda no primeiro tempo.

No intervalo, uma reunião entre os atletas reviu as estratégias e recompomos o time que estava vencendo. Graça a garra de nossas estrelas, conseguimos virar e decidir. Todos nossos tentos não foram simples gols: foram golaços! Ricardo deixou nada menos do que três deles, provando mais uma vez que não pode ficar de fora. Hilton deixou dois. Ginei fez um belo gol de falta (você pode ver este gol no You Tube ou aqui neste blog) e Diego encerrou a goleada. Israel operou grandes defesas e todo o time arrebentou. Quando toda a equipe está reunida, não acontece nada menos do que o ESPETÁCULO. O pessoal dos outros bancos vive me perguntando: “Valdemar, sábado vocês vão jogar completos?”.

Nesta edição do Blog, temos nosso primeiro gol filmado, e novidades virão!
Semana que vem nossa equipe tem sua merecida folga. Voltamos em 21/07/07.

Parabéns a todos que estiveram lá. De coração. Vocês são os criadores de mais esta glória!!!

Os irmãos Leonardo e J.P. Blauth.

Intervalo: estávamos perdendo,
e foi esta conversa que virou o jogo.

O excelente árbitro Nêne.

Paulo, Ernestina, Vera, Géverson, Luciane e amigo.

Sandro, Kelli, Izaque e Luciano.

Thiago, Leonardo, Hilton, Erasmo, Vera, Paulo, Ernestina,
Ricardo, Alexandre e filha, Ricardo Bortoluzzi.

Alexandre sua linda filha.

Dirigentes Sindicais: Valdemar e Clécio Hess
Dirigentes Sindicais: Marinho


O vídeo com o gol de Ginei

Nossos próximos jogos:


21.07.07 contra BRADESCO IRIRIÚ
28.07.07 contra SAFRA/MERCANTIL
04.08.07 contra BESC
11.08.07 contra BRADESCO BARRA DO SUL

Ainda esta semana = ESTATÍSTICAS

Boa semana a todos!

I Torneio de Futebol de Salão

Participamos em 26/05/07 do Primeiro Torneio de Futebol de Salão SEEB Joinville, no Complexo Esportivo Caio Esportes. Nosso grupo (I) de longe foi o mais forte, e participamos de 3 dos 23 jogos:

BANCO REAL 0 x 4 BRADESCO CENTRO (7:50h)

BANCO REAL 2 x 5 SAFRA (11:20h)
Gols de Izaque e Ginei

BRADESCO EMPRESA 2 x 4 BANCO REAL (13:00h)

Gols de Ginei (2), Leonardo e Thiago

Nossa equipe: Valdemar, Rafael, Ginei, Izaque, Thiago, Hilton, Luciano e Leonardo.

Formacão do primeiro jogo: Rafael, Valdemar, Ginei, Izaque e Leonardo.


==========================


COPA WINNING ELEVEN "ISRAEL - 06/07/07"


CAMPEÃO = LEONARDO BLAUTH ! !

Realizamos neste sábado nossa PRIMEIRA COPA WINNING ELEVEN, edição ISRAEL 06/07/07.

Vídeo-Game, uma paixão que une alguns de nós, mas que dificilmente íamos descobrir que tanta gente na agência Joinville curte isso. E tem o que de paixão nacional, neste caso o game W11, considerado o melhor do mundo do gênero.

Uma brincadeira de 4 amigos, para confraternizar e distrair depois de uma semana dura de início de mês se transformou numa festa para 18 pessoas, e numa Copa de Game que espero dure muito tempo.

Criamos o troféu, com os devidos créditos gravados e tudo. E uma medalhinha. O troféu e transitório, e só será conquistado definitivamente por quem vencer 3 edições do campeonato.

Leonardo comandou a costelada e linguicinhas. Israel e Bibiana foram os anfitriões, e recebemos vários convidados:

Dirceu Busarello – Acácio e Noeli Ferrari – Antonio Rocha – Dirceu Kienen – Kelli da Silveira – minha esposa Cida e filho Lucas.

Jogadores: Leonardo, Israel, Carlos, Valdemar, Marthin, Rafael, Diego, Ginei.

O vencedor foi Leonardo, tendo Carlos por vice.

A próxima COPA será na casa de MARTHIN!

Acompanhe as fotos:


domingo, 1 de julho de 2007

Banco Real 1 x 6 Bradesco-Jaraguá

Quem lembra do jogo Banco Real x Bradesco-Tupy? Na resenha daquela partida escrevi o que ouvi de um dos jogadores do Bradesco, que “o problema foi que nós viemos jogar futebol enquanto que eles vieram vencer o campeonato”. Desta vez ocorreu o contrário.

Sem uma zaga clara, nossos meias recuavam todo o tempo, e nos limitávamos aos lançamentos do goleiro para que a bola chegasse a frente. Uma vez lá, dependíamos de sorte ou de algum talento individual que decidisse a contenda, pois a equipe estava atônita e apática. Então todos subiam e eles nos encurralavam no contra-ataque. Batemos cabeça, erramos passes e cobranças. Pegavam-nos abertos e desarticulados a todo instante. Foi um massacre.

Fizeram com a gente o que na história Aníbal Barca fez aos romanos, na batalha de Canae. Ele atraiu as legiões romanas recuando seu exército em forma de “v”; quando o inimigo se deu conta, estava cercado, encurralado.

Levou 14 anos para os romanos se recomporem, e Barca era derrotado quase que da mesma maneira, na batalha de Zama.

Espero que não precisemos de todo esse tempo.

Ficha técnica:

BANCO REAL: Israel, Ginei, Leonardo, Rafael, Thiago, Izaque, Ricardo Bortoluzzi e Diego.
BRADESCO-JARAGUÁ DO SUL: Angelo, Carlos, Jackson, Dirceu, Rafael, Gerson e Lucas.
ÁRBITRO: Vanderlei Ferreira, o Nêne.
GOLS: Lucas (13:00), Diego (20:00), Lucas (18:00), Rafael (4:20), Gerson (8:30), Jackson (13:00), Jackson (16:00).

12:30 h: tem início o vigésimo-quinto jogo (serão 60) do Campeonato Bancário de Futebol Society, promovido pelo SEEB Joinville.

O jogo começou tenso, aliás, como todos os nossos jogos. Aos 5 minutos o árbitro se desentendeu com um de nossos torcedores e, num fato inédito, o expulsa do local. A partida é paralisada por vários minutos. A tensão redobra. Pior para a gente.

Robledo fez uma falta imensa. Sem ele atrás, Ginei e Leonardo tiveram de recuar. Ficávamos à espera dos lançamentos de Israel e dependíamos de Diego tabelar com Ricardo ou Thiago. Bastou eles neutralizarem Diego para ficarmos sem poder ofensivo. No segundo tempo, Ginei subiu e trabalhou com Rafael, mas todos já estavam machucados, desanimados ou cansados.

Campeonato de Society, pessoal, é vibração, garra, briga mesmo (no bom sentido), e a gente deve vir preparado para tudo. Foi desta forma que o Bradesco chegou, e até o final do primeiro tempo conseguimos detê-los. No segundo tempo, sem a mesma força, fomos arrasados.

Mas leiam isso, meus 8 amigos: VOCÊS SÃO HERÓIS!!!!

Nota: estamos com 50% da primeira fase concluída, hora de uma pequena reflexão. O jogo deste sábado foi nosso quinto jogo com quinta diferente formação. Poucos atletas se repetem, desintegrando um conjunto que não treinou ou que poucas vezes jogou junto. Ainda estamos no meio do Campeonato e continuamos com chance de classificação. Mas me atrevo a dizer que a participação é que está sendo mais importante.

O meu gol, como o sindicalista fervoroso que sou, é a INTEGRAÇÃO sadia entre os bancários. Esta integração que começa entre os membros da agência Joinville, primeiro entre si, depois com nossas co-irmãs, por fim com outros bancos, é o que me leva a seguinte estatística de dedica
ção ao nosso time: dar mais de 50 telefonemas semanais, mandar dezenas de e-Mails, pregar cartazes pela agência, produzir um mini-site, tirar fotos, escrever esta resenha semanal, motivar os atletas, reunir-me semanalmente com o diretor de esportes do Sindicato, conversar com outros técnicos mais experientes em busca de conselhos, emprestar ou ter de implorar para atletas devolverem os uniformes, por vezes tirar dinheiro do próprio bolso e muito, muito mais.

E tudo para, na maioria das vezes, ouvir uma desculpa qualquer de um colega que não quer ou não pode sair sábado de manhã (ou pasme, até de não aparecer nem dar satisfa
ção alguma) e ter de sair correndo atrás de efetivo para poder formar um mínimo de 7 jogadores no sábado para não passar a vergonha de anular uma partida.

O fato de ser futebol, seja o torneio de salão ou o campeonato de society, é apenas um detalhe. São tantas as diferentes ideologias que cercam nosso grupo que, quando elas colidem, todos perdem. Falando especificamente da agência Centro, eu dei o pontapé inicial nessa integração. O começo. O princípio de tudo. Vou ficar feliz se, daqui para frente, nossa agência começar a se mexer, e fazer mais trabalhos assim. A EQUIPE, não somente nossos 7 jogadores costumeiros, mas a equipe de 57 funcionários, 4 estagiários e 7 terceirizados agradecerão.

E garanto: com ou sem colaboração, vou continuar lutando com unhas e dentes para nossas agências serem um lugar melhor para se exercer o labor.

Vera e Cida foram nos prestigiar. Atrás, Alexandre Mineiro, Erasmo,
Kelli, Sandro, Carlos, Antônio e seu filho Cauê, e Charles Finkbeiner.

No tradicional "meeting": Charles, Diomar, Vera, Izaque,
Leonardo
, Valdemar, Ricardo Bortoluzzi e Diego.

Amigos: Izaque e Diego.

"Meeting", parte 2: Charles, Valdemar, Cida e Diego.

Outros resultados do dia:

Unibanco 3 x 1 Bradesco-Barra do Sul
Itaú 1 x 8 Safra / Mercantil
Bradesco-Iririú 3 x 11 Bradesco-Centro
BESC 9 x 2 Bradesco-Tupy

Nossos próximos jogos:

07.07.07 contra ITAÚ 11:30 h
21.07.07 contra BRADESCO IRIRIÚ
28.07.07 contra SAFRA/MERCANTIL
04.08.07 contra BESC
11.08.07 contra BRADESCO BARRA DO SUL

Estatística de nossa chave:

1) Bradesco-Centro 13 pontos
2) Caixa Econômica 9 pontos
3) Unibanco 8 pontos
4) Banco Real 4 pontos
5) Bradesco-Tupy 0 pontos

Assim sendo, temos de nos concentrar em três situações somente:

1) Esquecer Bradesco-Centro
2) Torcer por maus resultados da CEF e UNIBANCO; e
3) Vencer todas as próximas 5 partidas.

Difícil?

Boa semana a todos!